domingo, 16 de novembro de 2014

Poema a uma Joaninha


na palma da mão
podia ser uma flor

um momento em que o suor une as linhas

mas é um insecto

que pousa
e se mostra

Inez Andrade Paes

Sem comentários:

Publicar um comentário