quinta-feira, 22 de junho de 2017




                                 Ciconia ciconia
 
linear presença  
  
no entanto a diferença
quando pousam no ninho 

estátuas de porcelana branca
com duas ou mais pinceladas negras

Inez Andrade Paes

segunda-feira, 5 de junho de 2017

segunda-feira, 15 de maio de 2017



entre vagas alteradas
entre as mortas e cansadas
transparências únicas

as flores calcárias

Inez Andrade Paes 

sábado, 8 de abril de 2017




Quem adivinha que flor é esta?
Posso dizer que é pequenina e de cheiro amargo. E nos dias de chuva, a gota é um fardo. Mas vive a pequenina.
Quem adivinha que flor é esta?

(Pergunto de verdade. E a flor entretanto abre-se com o sol que passou uns segundos nesta tarde)

Inez Andrade Paes

sábado, 1 de abril de 2017



hoje é dia das mentiras e no entanto todos os dias se mente
se mente na liberdade
se mente na glória
se mente com armas na mão
se mente com o punho cerrado em socos poderosos no tampo de uma secretária
se mente por um nada
se mente por um todo
e mais um ano volta-se a mentir porque é o dia das mentiras e até se ensina aos pequeninos, que é só naquele dia que se mente
no entanto esse menino que é a semente volta a cerrar o punho e a dividir a sua mais crua realidade
a da vida
numa outra mente

se mente por um pão
se mente por um chão
se mente por um dia ausente

outra semente ausente desta sina existe
e não mente
mesmo no dia das mentiras


Inez Andrade Paes
1 de Abril de 2008


(2017 – precisamos de um dia da VERDADE)

sábado, 18 de março de 2017



De manhãzinha ao abrir a despensa, o cheiro das pastelarias antigas.
A Primavera desperta o passado.

Inez Andrade Paes

quinta-feira, 2 de março de 2017



  "Dois números recentes que evocam o aniversário vão ser apresentados (sexta 3 de março às 18:00) na sede da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto (Rua Rodrigues Sampaio, 140 (perto da Rua do Bonjardim e da Praça D. João I). Nesse sentido, este convite é-lhe dirigido – ficaremos muito gratos pela sua presença.

Foram convidados a estar connosco e a colaborar na apresentação alguns poetas originários do Porto ou região ou aí residentes, que tiveram colaboração sua na DiVersos entre o n.º 19 e o n.º 25: Amadeu Baptista, Ana Isabel Mouta, António José Queirós, Inez Paes, Jorge Vilhena Mesquita, Nuno Carneiro, Paulo Malekith, Ricardo Lima, Rui Tinoco e Teresa Ferro. Todos aceitaram o convite embora três de entre eles tenham tido ulteriormente impedimentos que lhes não permitirão estar presentes diretamente, mas serão evocados pelo editor.

Após uma breve introdução, os poetas presentes falarão um pouco da sua poesia e lerão alguns poemas seus, tenham ou não sido publicados na DiVersos.

O editor agradece à Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto, e em especial ao Presidente da sua Direção, Francisco Mangas, a cedência do local. A apresentação, no entanto, é de inteira responsabilidade da DiVersos.

DiVersos - Poesia e Tradução"