quarta-feira, 7 de dezembro de 2016



Mágoè – Tete – Moçambique  
(os Búfalos já choram os seus mortos)

- as formas da selva desaparecem nas sombras negras
  que em volta se transformam
  e são em África
  as flores antes das chuvas –

- os animais na Natureza são precisos para a harmonia –




















a vontade bovina
define-se nos homens

na selvagem autêntica vontade de matar

e a vontade de caçar?
quem sabe? quem sabe ?
da vontade que se cria nestes pastos?

juntem-nos todos para que comam sal

Inez Andrade Paes


 http://www.folhademaputo.co.mz/pt/noticias/nacional/massacres-de-bufalos-em-magoe-junto-a-albufeira-de-cahora-bassa-fotos/ 

http://all-that-is-interesting.com/american-bison-extinction-1800s

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

sábado, 19 de novembro de 2016

                 Foto: Xosé Lois Garcia



continuam assim os campos
rasos de tanto
rasos de tudo
e na imensidão a que se aprofundam
as lesmas            aquelas miseráveis e adoráveis lesmas
fixam-se às pás de ferro
que sulcam profundas e largas linhas
num solo que não precisa
num solo que imundo
se altera naturalmente sem precisar de ângulos obtusos e parcelas

sabes os que sinto
o corpo aberto
o estômago com as vísceras de fora e à espera
vómitos

uma aprendizagem como cada sulco na terra


Inez Andrade Paes in por editar antes que morra (no prelo)




sábado, 12 de novembro de 2016



cintilam nestas páginas
abrigos de Poetas

[…]

Inez Andrade Paes







sábado, 29 de outubro de 2016

sexta-feira, 21 de outubro de 2016



perfil de osso
perfilada mágoa

seria por acaso alguma árvore alta?

sem ti vento
vejo melhor a linha daquela estrada

Inez Andrade Paes

traduz-se
em
"DiVersos"
versos
que se completa


                                                         
                                                       DiVersos



sexta-feira, 23 de setembro de 2016

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

POEMA


A meu Pai, que faria hoje tantos anos. 

volta   hoje
para que deite em teu ombro         a minha face
descanse das palavras indecisas

e restabeleça do agreste vento.
 
Inez Andrade Paes



quinta-feira, 8 de setembro de 2016




VIVÊNCIAS - Gúnass  - (Renato Zamith Carrilho)

VIVÊNCIAS, são subtis mãos que nos tocam e nos abraçam.
Dali daquele lugar onde o Mar ilumina as noites sem luar, onde os Djini nos beijam os pés nas travessias entre mangais, dali são os sons e as vozes de VIVÊNCIAS.
Pemba, Ibo - Moçambique 

Inez Andrade Paes
.
http://renatozamithcarrilho.com/