sexta-feira, 25 de março de 2011

ANJOS QUE ESPERAM

somos anjos dos que estão
depois da morte

somos a mão que dependerá
da pausa para o pensamento

somos anjos de azul celestial

de nossos véus pousados no rio
virão barcas
com faces voltadas umas contra as outras

e enfim elas não sabem nada
e enfim elas acreditarão
na luz eterna

somos anjos dos que estão
depois da morte

Inez Andrade Paes

Acordei com a lembrança da voz de Yma Sumac. Este pássaro de olhos rasgados e voz singular permanece no imaginário. Grande a voar sobre as planícies com montanhas em volta.
Chuncho é exemplo.


Sem comentários:

Publicar um comentário